Forum destinado ao Projeto Chroma. Para mais detalhes, visite: www.projetochroma.net.br


    Falsos Humanistas!

    Compartilhe

    Alexandre Garcia da Silva

    Mensagens : 102
    Data de inscrição : 17/05/2012
    Idade : 42
    Localização : Poá/SP (ou Piápolis, se preferirem)

    Falsos Humanistas!

    Mensagem  Alexandre Garcia da Silva em Sex Ago 03, 2012 3:48 am

    A todos vocês, que nos atuais tempos tão engajados, onde muitos defendem as causas mais nobres, quero contar a história de uma pessoa.

    Só me preocupa falar dessa pessoa, a quem tive a maldição de conhecer pessoalmente, porque essa mesma pessoa, há um bom tempo, lança-se num projeto de alcançar seu espaço na nossa mídia, essa ágora onde cada vez mais brilha a retórica da canalhice e das ideias vazias.

    É preciso que se diga, antes, que eu, infelicidade minha, sou funcionário público. É. Vendi minha alma e agora sofro por isso (história que conto noutra oportunidade). Sou o mail vil dos Faustos. Dos Faustos infaustos.

    No caso, vendi minha alma para o Poder Judiciário do Estado de São Paulo. Num de seus fóruns na capital sampina, há quase odiodos vinte anos, sou reles escriba. Desses quase vinte, dez trabalhei com a tal pessoa. Magistrada. E aí (por favor, não me tomem por misógino), a tão usual pele de cordeiro: mulher, moderna, mãe de família. Já chegou a dar algumas entrevistas. Uma delas, para a famigerada revista "Caros Amigos" (a quintessência da vileza travestida de engajamento). Apresenta-se como defensora dos Direitos Humanos, como humanista com suas sentenças tão brandas para traficantes e ladrões de alta periculosidade (afinal, são vítimas de um sistema social injusto, não é?) e com sua luta pelo direito de voto aos que estão presos e pela melhoria das condições das presas, em especial das que são mães.

    Muitos se encantaram, se encantam e se encantarão com essa mulher.

    À exceção dos seus funcionários e ex-funcionários como eu, que foram sempre tratados como lixo. Não com palavras, já que ela é uma humanista. Mas com atitudes. Com desprezo, com a velha confusão entre o público e o privado (sim, pois éramos funcionários do Estado obrigados a trabalhar como se fôssemos empregados particulares dela). Uma vara judicial que já contou com cerca de 40 funcionários hoje, graças a essa grande humanista, possui menos da metade disso. Quem pôde escapar dela, escapou. Através da aposentadoria antecipada o quanto antes, ou da transferência para outras varas (uma colega minha quase morreu devido a um aneurisma; escapou mas perdeu o movimento da mão direita; a grande humanista, tão sensível à sorte de pobres bandidos nas nossas cadeias, queria obrigá-la de todo jeito a volta a trabalhar; a sorte dessa minha colega é que ela já tinha tempo suficiente para se aposentar). Pois bem. Os que ficaram, como eu, estão trabalhando por dois. Ou três. Minha atual rotina é trabalhar duas ou três horas a mais, sem receber nada (o Estado não paga hora extra nem conta pro banco de horas) e dormir, no máximo, cinco horas por noite. Preocupada com a situação caótica em que a vara judicial estava, a digníssima, após voltar de suas férias passadas em Cuba, tomou uma decisão (o que era raro pois ela, normalmente, embora fosse a capitã da navilouca, recusava-se sistematicamente a saber dos seus problemas; era uma grande administradora): cortou as férias de todos seus funcionários. Após isso, pegou uma licença de algumas semanas para resolver uns probleminhas em Paris.

    O que mais me doi?

    É que muitos se encantaram, se encantam e se ENCANTARÃO com essa mulher!

    Perdoem-me o desabafo. Eu só quero que vocês tomem MUITO, MUITO CUIDADO com todos aqueles que ostentam um discurso muito bonito! Muitas vezes as palavras mais belas são proferidas pelos corações mais podres.

    P. S.: nosso companheiro neste espaço, José Lúcio, que também já andou postando alguns temas, meu colega de trabalho, também conheceu essa digníssima pessoa. Peço a ele, em nome da nossa segurança, não dar mais detalhes sobre sua identidade.

      Data/hora atual: Sex Nov 17, 2017 9:07 pm